sexta-feira, 17 de abril de 2009

Triptofano

O triptofano é um aminoácido essencial. Devemos então ingerir este na dieta para manter o equilibrio do corpo. Dentre as funções mais importantes do triptofano eu gosto de destacar a produção de serotonina. Substrato para este o triptofano é absorvido da dieta ou de suplementos, se liga a albumina. Cerca de 60% do triptofano circulante está ligado a albumina, formando um estoque endógeno para distribuição posterior. Isso indica a importancia do mesmo. Bem, há produtos que deslocam esta ligação, como ácidos graxos livres. O triptofano ultrapassa a barreira hemato-encefálica por transportador onde neste mesmo transporte passam valina, leucina, isoleucia, tirosina e fenilalanina. Há uma competição para tanto. Quando eu tenho mais triptofano, mais triptofano entra. Quando eu tenho mais valina, leucina, isoleucina, fenilalanina e tirosina, menos triptofano entra, entrando mais destes aminoácidos. A relação triptofano com estes aminoácidos direciona a entrada de triptofano ao cérebro e consequentemente a produção de serotonina. Uma vez no cérebro, o triptofano sobre ação da triptofano beta hidroxilase que usa a biopterina para hidroxilar o triptofano a 5-hidroxitriptofano. Aí o 5-hidroxitriptofano sobre ação a l-aminoácido aromático descarboxilase, formando a serotonina, tendo como cofator o piridoxal 5-fosfato, que é produzida pela piridoxina com participação de zinco. A serotonina formará melatonina se a luz se ausentar, diminuindo o estimulo inibitorio na produção de melatonina, levando a produção de melatonina, que depende de todo o esquema anterior. Bem, triptofano entra no cérebro e para entrar precisa estar em equilibrio dom bcaa, tirosina e fenilalanina. Mas olha só que legal. BCAA são a maior fonte de glutamato para o cérebro, transaminando cetoglutarato para glutamato no astrócito que leva o glutamato ao neuronio que funciona como neurotransmissor excitatório em receptores n-metil-d-aspartato (NMDA). Equilibra a serotonina que acaba atuando como um neurotransmissor ansiolitico. Mas olha só que legal, fenilalanina e tirosina também fazem parte desse sistema, formando dopamina e norepinefrina. Então o equilibrio de neurotransmissores no cérebro depende da dieta. Porém fenilalanina para tirosina, triptofano para 5-hidroxitriptano dependem de folato e de piridoxina e de zinco. Abordagens metabolicas para melhorar neurotransmissão. Focado nos esquemas de suplementos. Triptofano aumenta a velocidade de recuperação de depressão em pacientes sob medicamento. 5-hidroxitriptofano também, em parte da populaçao o folato também. Na depressão temos inflamação no sistema nervoso central, IL-6 e interferon gama estimulam a indoleamina dioxigenase que desvia o metabolismo de triptofano para kinurenina ou quinolinico. Daí a depressão por si depleta triptofano e consequentemente serotonina. Este caminho pode ser inibido por niacinamida. Então triptofano, folato, zinco, piridoxina, niacinamida seriam produtos para melhorar ação de antidepressivos inibidores seletivos de recaptação de serotonina.

Nenhum comentário:

Health.com - Health and Medical Information