quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Metais tóxicos

Amanhã farei uma aula de metais tóxicos em curso de pós-graduação anti-envelhecimento. Podem-se perguntar porque. Mas falarei de minerais, oligoelementos e metais tóxicos. Devemos sempre analisar o valor limite dos elementos no corpo. Vejam só as interrelações interessantes. Quando o individuo tem patologias especificas, por exemplo desordem de hiperatividade com déficit de atenção, o chumbo, mesmo em quantidades pequenas pode causar problemas no desempenho cognitivo. Pensem isso num paciente idoso ou com doença de Alzheimer, acredito ser muito parecido. O mesmo pode funcionar num paciente com depressão ou tendencia a depressão, peguemos um polimorfismo para triptofano beta hidroxilase. A deficiencia de elementos hidroxilantes ou mesmo cromo ou lítio pode piorar os sintomas, some isso a deficiencia de triptofano na dieta ou ácido fólico ou piridoxina, some isso a uma inflamação ou aumento de citocinas, inibindo a indoleamina dioxigenase, dana-se tudo. Bem, vamos num raciocínio mais simplista, um déficit de selenio associado a aumento de mercúrio, sabemos que o selenio detoxifica naturalmente o mercurio, um déficit de selenio pode ser associado a tensão oxidativa elevada, aumento de mercúrio, mesmo em concentrações baixas, dentro dos limites pode resultar em lesão bioquimica. Vamos além se este individuo tiver deficiencia nutricional, com baixa de ácido fólico e/ou baixa ingestão de metionina. O processo pode ser agravado por menor produção de glutationa. Então posso pressupor que quem tem homocisteína elevada no sangue, soma a baixa de selenio, há uma toxicidade sinérgica que acabará no final das contas aumentando a toxicidade de mercúrio. Há outros exemplos, muitos. Peguem o excesso de cálcio em idosos, que pode causar toxicidade neuronal em pacientes com mal de Alzheimer. Se este paciente tiver homocisteína alta, ele terá tendencia a demencia, piora da demencia de forma adicional, se estiver usando alta quantidade de cálcio, a demencia pode ser piorada mais ainda. Meio sinérgico, lindo, maravilhoso.

Nenhum comentário:

Health.com - Health and Medical Information