sexta-feira, 6 de março de 2009

Ainda hormônios

Bem, na minha opinião há muitos profissionais que acham que sabem fazer terapia de reposição hormonal, apenas acham. Há aqueles que tem a idéia de que o estradiol não leva a problemas como acidentes vasculares observados no WHI. Bem, isso não é verdade. Hà estudos indicando que o suplemento de estrogenos como um todo aumentam o perfil inflamatório na placa aterosclerotica, e esta inflamação, caracterizada pelo aumento de interferon gama e interleucinas seria a causa do descolamento de placa. Então se há uma placa estabelecida, e este estabelecimento de placa aumenta com a menopausa, o risco de uma TRH descolar a placa acaba ficando grande, aumentando a prevalencia de acidentes vasculares que aumenta a medida que se passa tempo após a menopausa e o inicio de TRH, no final das contas as placas aumentarão a medida que o tempo pós-menopausa passa. Vamos considerar fatores conflitantes, por exemplo a presença de hipertensão que aumenta na pós-menopausa que pode, em parte, ser reflexo da menor produção de óxido nitrico estimulado pelo estradiol, que leva a aumento de pressão arterial por diminuição da capacidade de dilatação da artéria e ao mesmo tempo estimulo da agregação plaquetária. Junte isso a fatores dietéticos, hábitos de vida prejudicias como sedentarimos. Junte estes dados aos paulistanos, que respiram matéria particulada de baixo tamanho. A matéria particulada vai levar a um efeito semelhante ao do estradiol, ou seja, se há placas ateroscleróticas, haverá uma inflamação no vaso que levará ao descolamento da placa, por este motivo os pesquisadores encontram mais acidentes vasculares em mulheres pós-menopausa que respiram matéria particulada que em outras populações. Se a mulher mora em área de alta concentração de matéria particulada e entra na menopausa, seu risco aumentará, e se deixarmos passar alguns anos e iniciamos uma terapia de reposição hormonal nela, será pior ainda. Devemos analisar os riscos aos pacientes como um todo. Um dado para acrescentar, os omega-3 diminuem o risco de acidente vascular nesta população que respira matéria particulada, pode ser que atue da mesma forma em mulheres que fazem TRH fora de época. O ideal é fazer a TRH na época certa. Bom mês de março a todos.

Nenhum comentário:

Health.com - Health and Medical Information